Pedaços de Mim

Pedaços de Mim
Pedaços de Mim

11 de fev de 2013

 quem sou HJ
  Sou rodeada de anjos pequenos, anjos grandes, anjos loiros e morenos, anjos femininos e masculinos!
Sou muito feliz pelas pessoas que o" amado de minh'alma" embrulha em papel de presente, põe  fita, laço e de lá do céu, joga pra mim,  ahhh como sou...
Sou dona de mim, da minha vida e do meu destino.
Sou objeto do criador em reparação, alma sob os efeitos do Divino
Sigo meu bom senso, minha razão, minha emoção e minha sede de ser livre
Bom é viver assim, Sem preocupação com questões que ainda não foram superadas...
Eu penso, reflito e analiso
Sou um ser em constante interrogação
Sou "Eu Mesma", não copio, mas não sou "Sempre a Mesma"
Não sou normal, pois ser normal é chato
Repetitivo,  gosto de transformações
Gosto de olhar por vários ângulos,
A beleza e juventude que se vão e o conteúdo da alma permanece ...cresce.
Sou silencio e vozes do infinito, onda de um oceano bendito, escuridão abençoada pela chegada dos raios solares, das aventuras e ilusões criadas por uma mente viajante...
Origem nata do que fez minha reprodutora, migalha do que tem para mim o Ser Eterno...
Sou Vírus do amor dos amantes que caminharam  ao meu lado, complemento das criaturas que sairam do meu ventre...
Sou o berço de irmãos imperfeitos, quebrados em cacos á espera de um milagre...
Sou a ilusão das paginas, sonhadas, viradas, escritas...e por escrever.
Sou os amigos que caminharam, que se foram, que voltaram, que caminham...
que restauram, seguram nas mãos e completam a volta pela estrada.
Sou de Deus, e quando ergo as mãos tiro os pés do chão
Sou a procura do equilíbrio, sou a espera da sabedoria, sou a benção do espírito...Sou o medo da partida não concluída.
Sou a a omissão da que se foi errando, a trajetória da que voltou para acertar
A metamorfose diária de uma razão simples de ver tudo acontecer da melhor forma possível para o encontro inesperado...  a  partida.




todo aniversário procuro renascer, procuro escrever um poema, este é resultado dos passeios que fiz por ai, das rosas que plantei, girassóis que colhi, lágrimas que  enxuguei,sons que escutei e bocas que provei.








Nenhum comentário:

Postar um comentário