Pedaços de Mim

Pedaços de Mim
Pedaços de Mim

10 de dez de 2010

Minhas Mazelas


Tenho praticado ultimamente a arte da observação,  o que  tem me ajudado, tenho percebido com mais clareza os dias de ansiedade, apesar de minha alma ter pressa em aprender muito em falar tudo o que tenho guardado.
Tento me controlar pegando as paginas que ainda estão em branco, e tento preenche-las.
Enchi as bacias de acerolas, estavam caindo, o chão estava coberto  parecendo sangue um vermelho intenso mais adiante, pisei o gramado verde molhado ainda pelo sereno da noite..
Hoje tenho bastante serviço então antes de começar resolvi vir aqui colher acerolas, olhar para o céu azulado perceber as gaivotas branquinhas deslizando felizes, e ouvir os pássaros que todos os dias vem aqui cantar uma nova canção para enfeitar meu dia.
De minha porta tenho uma visão espetacular posso contemplar a torre da " Igreja matriz", olho sempre la e recordo todas as vezes que o mesmo vento que suave passa por aqui carregando meus cabelos,  carrega-me também aos braços do Senhor...ele esta la pertinho de mim sempre a me vigiar, sempre que posso sigo tomar sua bênção,  volto rejuvenescida.
O essencial faz a vida valer a pena e o essencial pra mim basta...
Sei que cada pagina preenchida deve enriquecer a mente e fecunda-la, assim como o esterco preenche a terra e fecunda  cada pé de fruta.
Mas  há dias que não consigo desabrochar os pensamentos, já dizia " Guimarães Rosa":  As coisas estão todas amarradinhas nas mãos de Deus", e eu digo: "Ele as solta quando convém."..
Preciso muito do silencio, ficar sentada quietinha só a observar, mas ah meus amigos como  é  difícil consegui-lo..
Robert Browing-disse:
A verdade esta dentro de nós, não se origina de coisas exteriores, não importa em que você acredita...
Sempre á um tempo especifico para o despertar da alma, despertei-me de um sono profundo, a alma avisou
é hora de acordar e muitas vezes esse despertar pode ser uma maldição ou uma bênção, pode ser confuso ou longo, mas também inspirador, estou falando de  minhas inspirações, Augusto Cury em  um de seus livros não me lembro qual, disse:  "Este despertar ajuda a definir quem somos, o despertar vem com o passar do tempo após um aniversário ou  após pequenas tragédias que vivemos, de perdas dolorosas, amizades esquecidas, divórcios,  contato com a morte, uma doença perda d emprego e mesmo dolorosos os toques de despertar nos aproximam  do que realmente somos".
 Só não distingui ainda em qual dessas situações aconteceu o meu despertar, vivi todas e muitas juntas umas das outras.
 Descobri não querer da minha vida mais um rascunho, sei pode não dar tempo de passar a limpo, não sei ainda com quantos rascunhos se faz uma  vida, mas já me basta saber que eu mesma irei escrever.
Porque na verdade só eu mesma sei quantos degraus já percorri, quais partes de minha vida estavam cheias de buracos e preenchi, quantos tombos cai, quanto joelho arranhado, todos os sorrisos que vi, todas as pessoas especiais outras, nem tanto que conheci, pretendo colocar uma em cada rascunho.
Quantas flores eu beijei, quantas vezes comunguei, quantas vezes aos pés da cruz aos prantos cheguei, quantos saltos impulsionada por Meu Senhor eu dei... e assim aprendendo sigo todos os dias, rascunhando, guardando, juntando.
Tenho 25% de chance de chegar onde almejo, os outros 75% ao meu Deus pertence, porque sei que eu sem ele não sou nada e ele sem eu continua sendo o Pai todo Poderoso que fez os céus e a terra...
O Deus que determina a morte por exemplo que ninguém consegue vencer
Pra alguém que estava com as páginas em branco esta bom .
Se falo demais são as minhas verdades e, minhas mazelas muitas vezes entulha minha mente devo esvazia-la ...



obs: Mazela no dicionário
ferida, chaga, enfermidade, aquilo que molesta ou aflige, dificuldades ,  faqueza, aflição...

"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem..."  Guimarães Rosa"

8 de dez de 2010

O que : Tenho, Amo! Detesto !! Quero!!Professo!! Creio!!


Uma fé inabalavel,
Dois meninos maravilhosos,
Vontade de vencer, sempre em todas as circunstancias

Um Deus que me alimenta,
Um marido inigualável,
De Bom e de Chato.
Uma vontade infinita de ser feliz sempre

Quero
E vou publicar meu livro,
Plantar uma árvore, "ja plantei mas algum infeliz arrancou"
Ver minha irmã voltando para o colo do Senhor " Jesus", e para o " meu"
Quero ver meus filhos terminando a faculdade
Quero ver os  sonhos e planos do eterno se realizarem na minha vida
Um dia inteiro só na vadiagem, de pernas pro ar, tomando sol, bebendo uma gelada ainda esse ano.
filhos educados e honestos e felizes
dar conta do recado
ser melhor amanhã do que fui hoje
poder dar sempre esse meu sorriso torto pra qualquer
Detesto
Mentira  " mas de vez em quando conto alguma""
Detesto assistir noticiários de tragédias
Cortar a unha do pé
pessoa falsa
noticiários de tragédia
fofocas
enxaqueca vários dias
ver pessoas dormindo na rua e não poder fazer nada
lixo jogado no chão
Homem de brinco
boné de aba reta
peixe  ( frito, assado, ou cozido) eca"!!!
DETESTO QUANDO TO COM DOR DE CABEÇA
Acordar cedo   " MAS ACORDO TODO DIA"
Detesto a falta de amor, "QUE ALGUMAS PESSOAS TEM PELA VIDA"
vivem um dia inteiro sem perceber o ar, o vento, o sol, os passarinhos que cantam...o por do sol!!
Amoooo
Jesus, meus meninos, minha mamy, .
Amo escrever e ler
Amo Chocolate
Amo beijar meu Rodrigo
Amo ir a missa de "Domingo o dia do Senhor" 
Amo a mim mesma
Amo " comungar"
Amo gilo e torresmo
Amo Maria mãe de Deus
Amo paz de espirito
Torresmo

Professo

a fé católica, não sigo grupos nem doutrinas,
Creio em Deus, todo poderoso, e em Jesus Cristo seu unico filho meu Senhor e Salvador.
Creio que tomar banho quente depois de um dia estressante, e ouvir musicas calmas são o melhor remedio contra o estresss diario
Creio em um Deus que se revelou pra mim por meio do Espirito Santo,
Vivo e sou em metamorfose...

30 de nov de 2010

Meus Primeiros Rascunhos


Sou uma estranha neste mundo, tento acompanhar os passos dos mortais que comigo caminham e muitas vezes fico para traz, ou simplesmente disparo na caminhada e ninguém me acompanha por mais que eu espere, também não consigo acompanha-los.
Não há ninguém no universo que  entenda a minha língua, Desenhos de bizarras recordações formam-se de repente, em  minha frente e os meus olhos criam figuras esquisitas e fantasmas tristes, fotos amareladas com o tempo, filmes guardados esquecidos, os discos deram lugar aos cds, o tempo agora é desperdiçado com as crianças corremos para baixo e para cima dos vales para o topo das montanhas e não conseguimos dar conta de muita coisa....Sou amante das coisas abistratas como este pequeno trecho que surge assim de repente.
Sempre gostei muito de escrever, estive pensando á respeito de minha primeira grande obra  Meus  primeiros Rascunhos foram escritos em um lugar não muito comum, pena eu não ter fotos para mostra-los aqui ou simplesmente recorda-los.
Quando adolescente comecei á escrever no quarto de uma amiga, normal sim se não fosse nas paredes de seu quarto, comecei um dia como uma brincadeira, e a brincadeira cresceu primeiro foi uma parede depois, duas, quando vimos estava o quarto inteiro tomado por escritos, frases de musicas, coisas que gostávamos, coisas que aconteciam era o nosso diário, sempre tínhamos algo para escrever, ela escrevia também, mas eu....rsrsr,
simplesmente não deixava espaço para minguem ate no teto, houve uma hora em que não tinha mais lugar para escrever mais nada, e hoje recordando sinto ate saudades.
Sei isso ser coisa de adolescente, mas para mim não mudou muito continuo aqui escrevendo, tudo, todos os acontecimentos tem para mim um lugar especial e eu sempre tenho algo para dizer...
Muitos me lêem e não entendem, mas muitos sei que tem a mesma saudades que eu.
Na vida só sabemos quem somos quando ficamos sozinhos consigo mesmo...
A vida é um hino, cante-o, um desafio enfrente-o,
A vida é um dever cumpra-a, um misteiro descubra-a
A vida é um livro, escreva-a, felicidade, merece-a

Não perca tempo e energia se debatendo, uma passagem com ida e volta marcados não o impedirá de voar
Aproveite a viagem pare de sacudir o avião

Aprendi

Aprendi que não importa o quanto eu me importe, algumas pessoas simplesmente não se importam.
Aprendi que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-me de vez em quando. Mas eu preciso perdoá-la por isto.
Aprendi que falar pode aliviar minhas dores emocionais.
Aprendi que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.
Aprendi que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longa distância.
Aprendi que eu posso fazer, em instantes, coisas das quais me arrependerei pelo resto da vida
Aprendi que o que importa não é o que eu tenho na vida, mas quem eu tenho na vida.
Aprendi que os membros de minha família são os amigos que não me permitiram escolher.
Aprendi que não tenho que mudar de amigos, e, sim, compreender que os amigos mudam.
Aprendi que as pessoas com quem eu mais me importava na vida me foram tomadas muito depressa.
Aprendi que devo deixar sempre as pessoas que amo com palavras amorosas. Pode ser a última vez que as vejo.
Aprendi que as circunstâncias e o ambiente têm influência sobre mim, mas eu sou responsável por mim mesmo.
Aprendi que não devo me comparar aos outros, mas com o melhor que posso fazer.
Aprendi que não importa até onde eu chegue, mas para onde estou indo.
Aprendi que não importa quão delicado e frágil seja algo, sempre existem dois lados.
Aprendi que vou levar muito tempo para eu me tornar a pessoa que quero ser.
Aprendi que eu posso ir mais longe depois de pensar que não posso mais.
Aprendi que/ou eu controlo meus atos ou eles me controlarão.
Aprendi que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário, enfrentando as conseqüências.
Aprendi que ter paciência requer muita prática.
Aprendi que existem pessoas que me amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.
Aprendi que meu melhor amigo e eu podemos fazer muitas coisas, ou nada, e termos bons momentos juntos.
Aprendi que a pessoa que eu espero que me pise, quando eu estiver caído, é uma das poucas que me ajudarão a levantar.
Aprendi que há mais dos meus pais em mim do que eu supunha.
Aprendi que quando estou com raiva, tenho direito de estar com raiva. Mas isto não me dá o direito de ser cruel.
Aprendi que só porque alguém não me ama do jeito que eu quero não significa que esse alguém não me ame com tudo que pode.
Aprendi que a maturidade tem mais a ver com os tipos de experiências que eu tive, e o que aprendi com elas, do que com quantos aniversários já celebrei.
Aprendi que nunca devo dizer a uma criança que sonhos são bobagens, ou que estão fora de cogitação. Poucas coisas são mais humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse em mim.
Aprendi que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, tenho que aprender a perdoar a mim mesmo.
Aprendi que não importa em quantos pedaços meu coração foi partido. O mundo não pára para que eu o conserte.
Apenas aprendi...

18 de nov de 2010

Meus rascunhos

MUDE Por Edson Marques


Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas,
calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ónibus. Mude por uns tempos o estilo das roupas. Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas. Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda. Durma no outro lado da cama… depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros jornais… leia outros livros, viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura. Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias. Tente o novo todo dia.
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor.
a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado… outra marca de sabonete, outro creme dental… tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.
Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo. E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.
Experimenta coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimenta outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.
Só o que está morto não muda!

Repito por pura alegria de viver:
A salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena...
Só o que está morto não muda!!!



Obs: Infelizmente cometi uma " gafe", mas não foi culpa minha apenas segui o que estava  no texto na net,  Quero avisar á todos os  amigos, que estou corrigindo esta autoria que simplesmente estava de autoria "desconhecido", o  autor simplesmente, tem o livro, como também outras faixas importantíssímas... 
Dando o devido crédito: á Edson Marques
e com certeza este livro fará parte de minha lista de livros lido.

11 de nov de 2010

Um coração que tem olho fala escuta!!


Santo Agostinho escreveu: 
" Nosso propósito nesta vida, é recuperar a saúde do olho do coração através do qual se pode ver Deus"

Penso nosso coração ter olho?!!! Com certeza, nosso coração tem olhos, mas ouvidos também.
Em momento de puro silêncio e a mais profunda devoção, em comunhão com o santíssimo sacramento, escutei um som, era apenas a batida do meu coração, ele parece  dizia: vai, vai, vai, tentei escutar mais profundamente  parecia dizer: calma, calma, calma...
Pensei será o Pai Celestial, ou é mesmo meu coração falando comigo, decidi não tentar descobrir quem era e apenas escutar...Sendo Deus, ótimo ele estava dentro de mim, me falando do fundo do meu coração, e  sendo meu coração estava me pedindo calma,e dizendo: Vai...
Percebi poder escutar Deus " O  Pai Celestial", a partir do meu coração, ou talvez escutar meu coração a partir de Deus..." Nem importa o que foi".
O momento em que cheguei ali no santuário com o coração aflito apertado, foram apenas alguns minutos para que eu entendesse o que  ele falava e o que ele pediu...
Calma. calma, calma
Sai de lá com... minhas asas invisiveis, continuo voando até agora.
imagem retirada do site Aviva Anchieta

MÃE, AMIGA, MULHER


É assim que consigo te decifrar, queria ter o poder de voltar o tempo,  voltaria sim, e pudesse mudar a vida de alguém mudaria a sua minha querida, escreveria tudo novamente, seria tudo muito diferente, seria tudo escrito com um pouco mais de poesia, iria caprichar em todos os detalhes, mudaria desde o comecinho, porque quando ouço você contar de sua infância, nossa que triste, que dor, aquela estoria  do vestidinho, misericordia que estoria triste para uma criança de apenas 4 anos, ou qualquer idade que fosse, uma criança jamais deve maltratada ainda mais por conta de um simples vestido...
Faria de você uma criança muito mais feliz, e te daria oportunidades para que você estudasse muito pois tenho certeza ter ai nessa cabecinha muita inteligencia, para ser usada das melhores formas possíveis.
Mas infelizmente não é assim, cada um tem um caminho para percorrer aqui, e que podemos fazer é isso em datas comemorativas como essa de seu aniversário, te dar talvez uma flor para colorir seu dia porque sei que é o que você ama, escrever umas simples linhas pra dizer que eu te amo, que eu quero tudo de melhor para você, que eu assim como você também tinha tantos sonhos quando criancinha, mocinha, e muitos ficaram para traz, mais ai chego uma hora que resolvi ter sonhos novos, e agora com todos eles pairando aqui em minha "cacholinha", eu ganhei umas asas invisíveis, e quando quero pego elas ajeito em minhas costas e voo, voo ao infinito de minhas inspirações, e quero te dizer que estou escrevendo uma pagina todinha do meu livro para você e assim quando nos nos formos para aquele lugar lindo cheio de verde, azul, colorido, calmo como o amanhecer, onde escutaremos os canto dos pássaros, e andaremos sobre  areias branquissimas  em praias, ensolaradas, quando estivermos lá, os que ficaram poderam ler nossas estorias nas paginas de um livro e assim recordar de tudo oque um dia fomos, ou tentamos, ser aqui.
Na verdade mesmo o que eu queria dizer era só feliz aniversário.

Escrevi este texto para minha:
amada mãe Celina
amada tia Ophelia que faz aniversário dia 27
irmãs que tiveram infâncias tristes, mulheres guerreiras, que ate hoje continuam a caminhada diaria, na criação dos filhos, e netos distribuindo amor, carinho sem nunca se cançarem...
AMO-AS!!!

29 de out de 2010

Areia na Ampulheta


Não posso perder nenhum minuto...
Não tenho mais muito tempo, é como ver a areia na ampulheta se esvaindo de um lado a outro.
Todos os minutos, são sagrados, todos os segundos são preciosos, tenho sede de conhecimentos, minha vida espiritual é a minha maior necessidade.
A vida é imprevisivel, viver é correr riscos consciente. Só quem tem coragem de se arriscar saberá saborear as, alegrias das vitorias.
" O mundo se afasta e deixa passar quem sabe para onde vai"... não sei quem disse isso mas me identifiquei muito.Preciso percorrer o longo caminho que irá elevar minha alma de novo ao ponto de onde partiu, onde chegará completa e feliz, em paz... essa caminhada é de desprendimento, preciso deixar para traz tudo que me prende, me sufoca, me castiga, me faz infeliz, me impede de voar, tirar todos os vícios alcançados ao longo da caminhada de uma vida errada, sem conhecimento do correto, desapego das coisas do MUNDO, palavra complexa mas que aos poucos estou  decifrando... Assim como tenho  decifrado pessoas, situações, sentimentos.
Não é fácil deixar para traz todas essas coisas depois de uma vida inteira de acreditar em coisas e ao passo que em momentos descobrir que não é nada disso, amores, sonhos, pessoas... a alma precisa ser livre para que  possa subir, voar, encontrar-se com o espírito sentar calmamente a beira da praia. com a água tocando seus pés e poderem confidenciar, trocar segredos, contar estorias...e um aprender com o outro

Passarinhos voam porque são leves, são leves porque voam

O que é ser poeta


O poema mais antigo é o livro dos Salmos, " o livro de orações dos antigos Judeus", ou livro de enlevos espirituais. Depois de o ter sido para o próprio Jesus Cristo ( para mim), primeiro poeta da face da terra que escrevia poemas na areia, sem se preocupar  que o vento iria apagar...
Em pesquisa de pura curisiosidade, descobri ser Salmos,a tradução de louvores, lamentações, cânticos de penitencia, poemas didaticos e suplicas ardentes, poemas antiguissimos , são lindos em todos os sentidos, e tenho especial adoração pelos livros dos Eclesiastes e Eclesiastico, contemplo-os com a mais profunda admiração de meu ser.
Encontra-se tudo do amor ao ódio, da preguiça a  amizade, todos os assuntos abordados com poesia, a sabedoria de povos antigos que nunca frequentaram faculdade,  mas nasceram com o dom da palavra, dom esse com absoluta certeza dado por Deus, mestre dos mestre da sabedoria.
Poeta para mim eram eles escritores, que jamais se preocuparam se suas obras renderiam, lucro ou critica.
Obras estas independente de religião, raça, cor, predominam até hoje entre as mais lidas de toda estoria da humanidade.

A Teoria do Vaso Quebrado

Então eu tenho um vaso, deixo-o no centro da mesa, coloco-lhe flores frescas todos os dias, troco a agua, um belo dia ele cai, por força do vento, ou alguma mão boba esbarra sobre ele, despedaça-o  ao chão...
Choro é minha primeira reação a segunda catar, a terceira cola-lo junto todos os pedacinhos, as flores?
coloco em outro recipiente, até que o vaso se cole...
Volto ao lugar no centro da mesa, mas toda vez que olhar para ele verei as marcas do tombo, novamente  teimo em por-lhe  flores frescas, mas o que acontece?
Deve ter ficado alguma fresta na hora da colagem, porque a água colocada para que as flores não murchem, simplesmente se esvaem, e com isso...
                                       As flores murcham sempre....
                                                                             E o vaso? Sempre sempre um vaso colado...Quebrado!!
http://www.youtube.com/watch?v=s61P0bbMgfI
  Kenny G - Sister Rose      
O vento do deserto há muito tempo, já apagou os nossos passos na areia..
                                                                                                              

27 de out de 2010

Oração ao Deus Desconhecido

Antes de prosseguir em meu caminho e lançar o meu olhar para a frente, uma vez mais elevo, só, minhas mãos a Ti na direção de quem eu fujo.
A Ti, das profundezas de meu coração, tenho dedicado altares festivos para que, em cada momento, tua voz me pudesse chamar.
Sobre esses altares estão gravadas em fogo estas palavras: " Ao Deus desconhecido".

Teu, sou eu, embora até o presente tenha me associado aos sacrilegos.
Teu sou eu não obstante os laços  que me puxam para o abismo.
Mesmo querendo fugir, sinto-me forçado a servir-te.
Eu quero te conhecer, desconhecido.
Tu, que me penetras a alma e, qual turbilhão, invades a minha vida.
Tu, o incompreensivel, mas meu  semelhante, quero te conhecer, quero servir só a Ti.

texto retirado do livro " Os Segredos do Pai -  Nosso" de Augusto Cury

21 de out de 2010

Conversa com minhas amigas Solidão e Insónia!!


Mais uma noite ouço o barulho do vento lá fora, esta forte, parece querer dizer algo.
Pensei que passaria a noite sozinha, mas vejo que minhas amigas, já chegaram ,  Insónia e Solidão.
Minhas fieis companheiras, em noites longas...
Gosto da Noite mais que o Dia, apesar de adorar o sol, o céu azul, a brisa da manhã.
A noite é incomparavel, o silencio é profundo, com ele posso ouvir as batidas de meu coração, meu respirar, o ar entrando e saindo das narinas, o brilho do luar é renovador, gosto mais ainda das noites quentes de verão, propicias para olhar estrelas, e procurar cometas,beijar a lua, fazer desenhos no céu com a imaginação.
Minhas amigas já se acomodaram, e apesar de dizer a elas não preciso de suas companhias, insistem em  não me deixarem, já que assim, resolvo pedir a elas inspiração para mais um rascunho.
 Solidão sempre me inspira a ter ricos diálogos comigo mesma.Vamos conversar: Digo á ela que: tenho pensado muito em o que é preciso para ser feliz?
Ela suspira fundo e começa, é preciso ter serenidade suficiente para ser alegre, brincalhão, fazer dos problemas, das lágrimas degraus para a subida da vida,ter um profundo conhecimento de  si mesmo, ajuda em qualquer situação fácil, difícil, alegre ou triste torna tudo mais claro.
A insónia como sempre tão "senhora  de si", interrompe nossa conversa lembrando que as horas estão passando e a noite já se vai, diz depois de me perseguir por uma noite toda,: vá dormir!!
Respondo então diga o que é preciso para uma bela noite de sono?
Oração !! É essencial apazigua a alma, aquece o espírito...
Então oremos, e boa noite.

[Imagem: insonia.jpg]

18 de out de 2010

Quem é Gabriel para mim?!!!!



Gabriel é um menino de 9 anosmagrelo para sua idade, assustadoramente inteligente, travesso, sensível, complexo (as vezes), obediente...
Minutos depois de nascer entre os recem- nascidos, que esgoelavam no berçário, ele  era o único que não chorava, mas olhava em volta com olhos de adulto curioso.
É uma criança  no qual a vida não é muito simples, uma criança que escuta, vê, sente tudo com muita intensidade, uma criança que as vezes me deixa assustada, por perguntas que quase sempre não consigo saber se tenho respostas concretas ou corretas.
Amo esse menino profundamente e quero protege-lo de tudo,  do ruim e injusto deste mundo, mas também, quero dar-lhe asas para que possa desfrutar de tudo de bom e maravilhoso que o mundo oferece. 
Ele as vezes tem dificuldade para dormir porque não consegue aquietar a mente, por ser uma criança muito ansiosa. É ai que vou lá, adormece-lo, velar seu soninho, faço uma  prece, com minha mão em sua cabecinha ( segura dos sacramentos " os quais posso abençoar meu filho"), que Deus me concedeu.
Encho a oração com todas as coisas que quero ensinar-lhe sobre a vida. Temo não ter tempo para isso, digo-lhe ser ele muito amado, estando cercado por almas que fariam qualquer coisa para ajuda-lo, peço paciência e sabedoria, coisas que acredito ser fundamentais para uma vida feliz; coisas estas que só virão para ele com o tempo e que sempre o ajudarão a atravessar os momentos difíceis.
Gabriel é uma dádiva de Deus, para todos  que o conhecem, tudo  conseguindo com seu sorriso desbocado. Esta pequena alma  veio ao mundo para me ajudar a crescer... a enxergar meu lado humano, a esquecer que um dia fui vazia e incompreendida, a dar valor a vida que Deus me deu, ( a minha e a dele). Hoje tenho  idéia de como é forte o amor que Deus tem por nós.
Por ele me viro do avesso, dôo meus "órgãos internos", e emocionalmente vivo todos os sentidos: água, fogo,  frio, calor, amargo, doce, medo e paz.
Por ele sou Leoa no cio, defendendo seu filhote.
Você não faz ideia como é forte meu amor.


P.s. Inspiração dos meus sonhos não quero acordar...
Anjo Gabriel

14 de out de 2010

O QUE EU VOU FAZER NO CÉU


Meus celestiais desejos
Nadar sem me afogar
Saltar sem cair
   VER DEUS
Dançar sem nunca me cansar
Cantar sem nunca sair do tom
Nunca ser mal interpretado, pois as pessoas lá podem ouvir o coração umas das outras...
Nunca ser solitária, nunca ficar doente
Viver para sempre, alegre, inteira, livre, completa
              e finalmente ...  Abraçar meu pai todo dia

13 de out de 2010

Vida Nova


Durante estes vinte e quatro anos tenho como todo mundo tentado ser FELIZ. Tenho vivido em busca da felicidade mas não a encontrei por onde os homens passam. Procurei na minha solidão, ao aproximar-me dela ouvi minha alma sussurrar aos meus ouvidos. " A felicidade que vc procura nasce e se cria no fundo de cada coração". Procurei suas pegadas pelo caminho, ouvi o eco de  sua voz das janelas das igrejas. E agora desde que fiz meus vinte e quatro anos, minhas vinte e quatro viagens ao redor do sol, contemplo o meu passado por detrás de um véu espesso de ânsias e tristezas e luz do meu futuro á vejo clara e resplandescente e neste instante a minha experiência e o meu ambiente são como que o suspiro leve de uma criancinha.
Mas esta insignificancia, este ser que eu sou q que se levanta agora em direcção aos céus, saudando o encontro e o dia em que me trouxe a nova vida e ouço o eco de sua palavra dizendo, paz seja contigo a tua felicidade te dou... E desde este dia entreguei minha vida nas mãos do Senhor Jesus, e encontrei a felicidade que tanto procurei...este poema demorou muito para ser escrito, mas foi tirado lá do fundo da alma.
07/08/1997

A Paz que eu Procuro



Não nasci como muitas pessoas, que nascem com ela (PAZ), vivo inquieta, procurando sempre, vivo com uma pressão no peito e outra na alma, quero entender e não entendo sem chegar nunca a nenhuma conclusão do que é, que procuro, sou inquieta, não tenho sossego...Quando sou pobre gostaria de ser rica, quando sou rica gostaria de ser pobre, as vezes acho que o dinheiro de monte me faria mais feliz, e logo se morasse numa pequena cabana penso que a felicidade estará lá.
Se ta calor eu quero frio, se ta frio desejo calor, acho  eu quero sempre o que não tem.
Vivo o presente lembrando do passado,  e as vezes queria voltar no passado pra mudar,  fazer tudo diferente. Tenho fases de total calmaria, lendo muito e tomando chocolate quente, em outras que o álcool me excita, as noites me alegram e o sorriso me contagia e é preciso uma grande dose de talento e tolerância para viver perto de mim nessas fases... chamo de Ataques de intranquilidade
Acordo dando beijos e abraços ou na mais fria das indiferença.
Ai no meio do dia tenho uma crise de remorso, e telefono com a voz mais doce das criaturas que encontro sem conseguir ( ou entender) explicar porque fui tão insuportável horas antes.
É não há risco de monotonia. É dura a vida dos que vivem ao meu lado...
A luta para mim é sempre melhor do que a vitória,quando não estou em combate fico a inventar, tenho que, sempre  ter algo para lutar...
Difícil a vida de um INQUIETO é assim que me sinto...Em (Intensa e fugaz felicidade), mas Em Paz... nunca.
O meu grande momento é quando começo a planejar uma mudança (qualquer) fico em eterna tensão, sempre criativa claro, não me conformo com nada que chegue nem perto da instabilidade e por isso os caminhos que escolho são sempre os mais difíceis adoro uma complicação e quando esta certo e feliz e acabado, ai sinto um enorme vazio...gosto de inventarcriar não quero nada pronto, gosto de fazer do meu geito, por a minha cor...
Ai fico procurando a PAZ... mas sei que um dia acharei, vou ter que me aquietar, vou ter que parar de complicar... mas ai será a hora em que tudo ira parar e eu encontrarei a PAZ
                                     A Paz dos Inquietos

rascunho escrito em 1993

O que é o Amor?

Este trecho foi retirado do livro " maravilhoso" de Padre Fábio de Melo (Mulheres de  Aço e de Flores)

          "O amor é sobreviver no mistério, no desvelamento do cotidiano que nunca chega a plenitude porque tudo o que já esta pleno, já esta pronto. O amor só é amor porque  é inacabado, é metade que chama, implora e pede clemencia.
Amor é uma interessante e bonita forma de carecer, de ser fraco, de entregar os pontos, de viver sem armas.
O encanto que sobrevive no amor só pode durar enquanto se estender os segredos que sacraliza a relação.

Sonhos ...Talvez Não. Coisas que eu ainda quero fazer.


Meu coração é sonhador

Mas quando se fala meu pensamento ai ele vooaa

Ver o Gabriel  começar e "terminar" a faculdade,

Aprender á tocar violão

Ah esse é quase impossível

Costurar um vestido, pra mim é claro

Andar pelas areias de Copacabana

Conhecer a  Comunidade Canção Nova...

Ter um beija-flor

Sair de férias no final do ano ( e desligar o cérebro )

Plantar uma árvore

Saltar de para-quedas ( esse é bom)

Escrever meu livro, e PUBLICAR

Sair pra passear no Domingo com meus netinho...

( que virão, é claro) rsrsrsr


Ouvir a voz d Cristo!! ( sem ter morrido lógico!)

Encontrar pessoas que me entendam, só no olhar ( uffaHH)

Ter motivos pra sorrir todo dia sem nunca ter q me aborrecer...

O que Deus sabe a meu respeito

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo  que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.
O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nEle havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.
Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.

Padre Fabio (lindo ) de Melo!!

Palavras no Papel

Queria dizer que te amo só de amor; sem ideias, palavras, pensamentos. Quero fazer que te amo só de amor, com sentimentos, sentidos, emoções, Quero curtir que te amo, só de amor olho no olho cara a cara, corpo a corpo quero querer que te amo só de amor. São sombras as palavras  no papel. Claro escuros, projetados pelo amor dos delirios e dos misterios do prazer. Meu amor te escrevo, feito um poema de carne, sangue, nervos, meu poema se encanta feito o amor dos bichos, livres fazendo o amor, como fasço o poema.Porque eu te amo tu não precisas de mim. Porque tu me amas eu não preciso de ti. Somos deliciosamente desnecessarios. O amor é tanto... amar é enquanto, portanto!!

Nossa historia terá final feliz

Estou escrevendo um ESPETÁCULO para nós... 
Vai ter choro, vai ter saudade... 
Vai ter brigas, alguns nunca mais... 
Vai ter desejo, vai ter AMOR... 
Vai ser um história diferente de todas as outras... 
Mas fique tranquila que no final... 

JÁ COLOQUEI O FELIZES PARA SEMPRE!!! 

Quando me tornei duas


Uma que vai outra que fica
Uma que chora outra que sorri
Uma que sonha, outra que vive
Uma que briga, outra que acalma
Uma que dorme outra que acorda
Uma que cansa, outra incansável
Uma que ve tudo outra que não ve nada
Uma que escreve outra que le
Uma de todos os amigos, outra quer pura solidão
Uma que descobre, outra que se esconde
Uma que peca, outra que confessa
Uma tempestade, outra mansidão
Uma que namora, outra quer paixão
Uma liberdade, outra pura dor
O dia em que me tornei duas, me tornei muitas, me tornei múltipla
Múltiplos sentidos, mas que pena descobri, entre as duas apenas uma ter coração.
poema nascido de um momento de angustia, e contradições